Símbolos

Brasão

Brasão

Brasão

O Brasão de Presidente Olegário é descrito da seguinte forma:

“À destra, na parte superior em campo jalde, uma cruz com um galho de lírio ao natural, representando Santa Rita, padroeira da cidade e à sinistra, em campo blau, um sincero, ao natural, evocativo dos tropeiros, os grandes proporcionadores do desenvolvimento primitivo do lugar.

Na parte central à destra, em campo goles, uma cabeça de rês, ao natural, representando a pecuária, seu principal ponto econômico e; à sinistra, em campo jalde, um galho de soja frutificado, ao natural, representando a outra grande riqueza econômica, a agricultura.

Na parte inferior, em argente, a representação do Rio da Prata, que corta o município de Sul a Norte, tendo na parte inferior o campo sinopla, representando a fartura de suas terras.

Na lateral destra um pé de milho frutificado ao natural e à sinistra, um pé de arroz frutificado ao natural, ambos representando a agricultura primitiva do município.

Na parte debaixo do Brasão um listel em goles, carregado com a data da doação do Patrimônio de Santa Rita – 10-10-1851, o nome da cidade: Presidente Olegário, e a data de instalação do município: 01-01-1939, em letras de sable.

Hino

Originalmente, o termo Hino referia-se a cânticos litúrgicos extraídos de livros religiosos. Nos tempos modernos, os hinos passaram a simbolizar os atributos das diversas nacionalidades.

Hoje, além de todos os países, em nosso caso, todos os estados e quase todos os municípios possuem o seu hino oficialmente reconhecido. Presidente Olegário tem o seu Hino Oficial, que já fora cantado durante muitos anos com o nome de Hino da Comunidade, com a letra elaborada pela Professora Geni Chaves, Inspetora Seccional de Uberaba, a pedido da Diretora da Escola Estadual “Farnese Maciel”, Professora Isaura Araújo Caixeta.

Isto foi nos idos de 1960, a fim de que se cantasse na escola por ocasião das comemorações da Semana da Comunidade. A música é composição de D. José André Coimbra, Bispo de Patos de Minas.

(Fonte: Presidente Olegário: Terra da Esperança de Oliveira Mello)

Hino ao Município de Presidente Olegário

 

Engastada qual jóia em diadema,
Rebuscando do céu ouro e anil.
Eu te vejo, Cidade, meu berço,
Qual estrela no céu do Brasil.

Salve, Minas, que alegre fulguras,
Neste imenso torrão brasileiro.
Presidente Olegário hoje vibra
Em teu seio, feliz altaneiro. (Bis)

Verdes campos, estradas sem fim,
E eis que surges, alegre e fagueira.
Do que é simples, tens tu a beleza,
Da esperança, tu tens a bandeira.

Salve, Minas…

Tuas tardes convidam à paz,
São teus dias de ativo labor.
Aos que lutam por ti, minha terra,
Chovam bênçãos do céu do Senhor.

Salve, Minas…

Unidos, por ti trabalharemos,
De mãos dadas num firme ideal.
Eia, sus! Presidente Olegário.
Alto ostenta da glória o fanal.

Salve, Minas…

Letra: Geni Chaves
Música: Dom José André Coimbra

Bandeira

Bandeira

Bandeira